Comportamento germinativo de sementes de Jacaranda caroba Vell. D.C (Bignoniaceae) de populações da Serra do Cipó, Minas Gerais, sob diferentes condições de luz e temperatura

  • Yumi Oki Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
  • Vinicius da Silveira Vieira Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Vanessa da Cruz Carvalho Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Flávia Peres Nunes Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Geraldo Wilson Fernandes Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Palavras-chave: Germinação, Estabelecimento Vegetal, Restauração Ecológica, Cadeia do Espinhaço, Conservação ambiental.

Resumo

Este estudo avaliou a germinação de sementes de populações de Jacaranda caroba Vell. D.C da Serra do Cipó, MG, sob diferentes condições de luz e temperatura. As sementes foram acondicionadas em placas de Petri estéreis, incubadas em câmaras de germinação nas temperaturas constantes de 15, 20, 25, 30 e 35°C e alternadas de 15-25°C e 20-30°C, sob fotoperíodo de 12 horas (claro/escuro) e escuro contínuo. A taxa de germinação foi maior de 20 a 30°C (69 e 86%, respectivamente) sob regimes de presença e total ausência de luz, revelando ser uma espécie fotoblástica neutra. Sob 30°C obteve-se maior germinabilidade, índice de velocidade (2,7) e início mais rápido da germinação (cinco dias). Os resultados encontrados fornecem subsídios para otimizar seu uso em programas de restauração.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-06-15